Sotaques com nova imagem

site
Neste 7 de Setembro de 2013 comemoram-se dois anos desde que a Revista Online Sotaques Brasil/Portugal foi criada. Para celebrar esta data tão especial decidimos mudar a nossa imagem, reformular o nosso logótipo e torna-lo mais apetecível para os nossos seguidores em Portugal e no Brasil.

Com um estilo moderno, apostando na valorização da criatividade e na cultura, a Revista Online Sotaques Brasil/Portugal consolida-se assim como um meio de comunicação e cultura essencial para os portugueses e brasileiros. Isto sem descurar o crescente interesse de outras nacionalidades, de África à América do Norte e Sul.
O Sotaques é, cada vez mais, um meio de informação, comunicação e cultura global. Estamos em múltiplas plataformas – Internet, Rádio ( através do programa Sotaques da Rádio Manobras que é emitido todas as terças entre as 18h00 e as 19h00) – e crescemos continuamente todos os dias.

Acompanhe-nos nesta Viagem sem fim nesta aventura da criatividade e da cultura luso-brasileira. Há sempre lugar para mais um no Navio Sotaques !!!

www.sotaques.pt – Uma Revista com estilo

Festin começa em grande

logo_cab600A sessão inaugural do Festin – Festival Itinerante de cinema da Língua Portuguesa, realizada, ontem à noite no Cinema São Jorge, em Lisboa, foi um grande sucesso de público. Mais de 1000 pessoas estiveram presentes no emblemático Cinema de Lisboa, e assistiram à projeção do filme “ O Grande Kilapy” do realizador angolano Zezé Gamboa, que resulta de uma Parceria entre Angola, Brasil e Portugal.
A afluência foi tão grande que o Festin teve de organizar uma sessão extra do filme. Além da exibição da película, o realizador e a sua equipa subiram ao palco, no final, para agradecer a presença do público.
Os sons do DJ GuiDay convidaram todos os presentes a acabar a noite em Festa. O Festin prolonga-se até ao dia 10 de Abril e promete continuar em alta.

www.sotaques.pt – Um Festival de Cultura e Criatividade

R. Marques

Efemérides com Sotaques – Villa-Lobos

heitor-villa-lobos-11A 5 de Março de 1887, nascia no Rio Heitor Villa-Lobos. Com um talento invulgar, Villa – Lobos destacou-se tanto na composição mais clássica – com obras como ” 12 Sinfonias” ou ” Homenagem a Chopin” – como pela criatividade dos seus Choros, Estudos para Violão ou Cirandas para piano. 

Morreu em 1959, mas está vivo e bem vivo no Panteão dos imortais da Cultura e Música brasileira.
Parabéns Maestro !!!!

www.sotaques.pt – Somos a Banda Sonora da sua Cultura

Paulo César

Mensagem de Fim de Ano do Sotaques

banner-sotaques2013

Ao longo deste primeiro ano de vida, a Revista Online Sotaques tem procurado essencialmente cumprir dois objectivos: o primeiro, aproximar os portugueses e brasileiros, fazendo uma Ponte Cultural entre os dois povos, mostrando a sua História e Criatividade, o segundo é trazer uma mensagem de optimismo, de esperança, de capacidade de fazer mais e melhor.

Como os nossos leitores e seguidores puderam constatar, através dos nossos conteúdos, Portugal e o Brasil são dois países criativos, ricos em iniciativas. Juntar essas energias, essa força é um dos maiores desafios que o Sotaques se propõe atingir.

Portugal atravessa uma crise económica visível. Mas quem,  como a nossa Revista, vai à procura da criatividade dos portugueses, encontra verdadeiros tesouros culturais e pessoas dotadas de imensas qualidades e vontade de fazer.

Essa é a Mensagem de Fim de Ano que a Revista Sotaques lança aos seus leitores, aos criadores portugueses e brasileiros, aos seus Parceiros e que, ao mesmo tempo, é um desafio. Criem, lancem as sementes e terão em nós um Parceiro, um Amigo, um Divulgador da vossa palavra e talento.

Um Feliz 2013 para todos !!! Viva Portugal e o Brasil!!! Viva a Língua Portuguesa !!!

www.sotaques.pt – A Revista da Língua Portuguesa

R. Marques

“Jonas Vai Morrer” de Edson Athayde

jonas capa 2 2ª edição

Livros com Sotaques: “ Jonas Vai Morrer ” de Edson Athayde

O nosso  Livro com Sotaques desta semana  é a obra de Edson Athayde “ Jonas vai  morrer”. Uma obra escrita no âmbito de uma residência artística em Guimarães Capital Europeia da Cultura  deste criativo e publicitário brasileiro, com uma carreira de sucesso em Portugal e Brasil, e uma ligação muito forte ao nosso país.

Guimarães é precisamente o palco onde se desenrola a acção da narrativa. Pedro  nasce e vive em Guimarães e sofre de um problema de falta de memória, sendo confrontado com a descoberta de uma obra escrita sobre  uma personagem  chamada Jonas.

A única informação que possuímos é  que Jonas irá morrer e vamos assistindo à investigação quase  policial  de Pedro sobre esta invulgar personagem, sobre o misterioso narrador do livro, ao mesmo tempo que assistimos a uma reflexão de Pedro sobre si próprio. É um livro com Sotaques cuja leitura recomendamos.

R. Marques

www.sotaques.pt – Livros com Sotaques e criatividade

Parcerias com Sotaques

As Parcerias com Sotaques viajam pelos mares da criatividade e da cultura  e ligam Portugal e o Brasil. Desenvolvemos uma Parceria com a Empresa Samira Lima Produtora, uma Produtora brasileira com mais de 15 anos de experiência,  sediada no Rio de Janeiro,  com atividades nas áreas da produção e supervisão  de Eventos artísticos e formação na área áudio-visual.

Uma Parceria com Sotaques, sem fronteiras, que queremos fortalecer cada vez mais !!! 

www.sotaques.pt – Parcerias com Sotaques, Parcerias sem fronteiras 

R. Marques

Parcerias com Sotaques com Raquel Melo

As Parcerias com Sotaques estão cada vez mais sólidas. Queremos que os nossos Parceiros nos enriqueçam com a sua experiência e criatividade.
Já esta quinta-feira, a nossa Parceira na área das redes sociais e da comunicação e marketing na era digital, Raquel Melo, vai partilhar com os nossos leitores um interessante artigo sobre a importância do Português no mundo. Vale a pena ler este texto que nos traça um presente de crescimento e expansão, e antevê um futuro cheio de oportunidades para a Língua portuguesa e, nesse contexto, para Portugal.
Não percam esta quinta-feira este excelente artigo !!!
www.sotaques.pt – Parceiros do teu talento e criatividade
R. Marques

Sabores e Paladares – Bacalhau à Braz

Sabores e Paladares de Lisboa : Bacalhau à Braz

O Bacalhau é um dos pratos que têm suscitado a criatividade culinária dos portugueses. Por exemplo, no Porto nasceram  o Bacalhau à Gomes de Sá e o Bacalhau à Zé do Pipo, criados por dois cozinheiros da cidade Invicta  que baptizaram esses pratos com o seu nome, enquanto em Lisboa foi criado o Bacalhau à Braz por um  um Taberneiro do Bairro Alto chamado Braz.

Consiste na junção de Bacalhau desfiado, batata frita e ovo mexido sendo muito popular em Portugal e em Macau. A sua fama já atravessou fronteiras e é consumido em muitos restaurantes espanhóis.

R. Marques

www.sotaques.pt – Saboreie uma bela  refeição no melhor menu da Internet

Passatempo Sotaques /Pedro Brandão

O Sotaques quer saber porque o seu Sotaque é especial.

Envie-nos uma frase criativa para o Mural do Sotaques sobre o Sotaque da sua região e habilite-se a ganhar um do CDS do cantor português Pedro Brandão.

Seja criativo e ganhe este magnífico prémio.

Sotaques Brasil/Portugal: atravesse connosco a Ponte Cultural entre Portugal e o Brasil e mostre-nos a criatividade da sua Língua.

Publique a frase em nosso mural: www.facebook.com/sotaques

Literatura – João Tordo

Literatura - João Tordo
Literatura – João Tordo

O poder infinito da imaginação

O poder infinito da imaginaçãoJoão Tordo nasceu numa família ligada às artes. É filho do grande músico português Fernando Tordo e, desde cedo, teve uma especial ligação com a Literatura e o cinema.

Estudou Jornalismo e escrita criativa em Nova Iorque e Londres, trabalhou como Jornalista em publicações com a “Sábado” ou o “Jornal de Letras” e foi guionista, por exemplo, na longa-metragem “ Amália”.

Publicou vários romances como “ O livro dos homens sem luz”, “ Hotel Memória” ou “ Anatomia dos Mártires”. Venceu o Prémio de Jovens criadores, em 2001, e o prémio José Saramago 2009 com o romance “ As três” vidas”, sendo considerado um autor que faz da criatividade e da imaginação uma aventura permanente para os leitores, fugindo aos lugares comuns da narrativa convencional.

R. Marques