19 de Agosto, dia mundial da fotografia

foto-antiga

No dia 19 de Agosto de 1839, o francês Louis Daguerre via como a sua invenção – o daguereótipo, o primeiro meio fotográfico de fixar imagens através de processos químicos – era patenteada pela Academia de Ciências Paris. A efeméride passou a celebrar-se nesta data, instaurando o dia mundial da fotografia.

Desde o século XIX até aos nossos dias, a fotografia passou a ocupar um espaço importante nas nossas vidas. A preto e branco ou a cores, através dos mais variados suportes, retratando paisagens ou pessoas, a arte fotográfica espelha, transparentemente, o mundo nos seus múltiplos ângulos de visão.

Por isso, neste dia mundial da fotografia, saia à rua e fotografe !

Rui Marques

http://www.facebook.com/sotaques – Um retrato do nosso tempo !

#sotaques #Brasil #Portugal #ruimarques #DiaMundialdaFotografia

#sotaquesbrasilportugal

O tempo não pára para Cazuza

cazuza96

Dizem que o tempo parou para Cazuza a 7 de Julho de 1990. O poeta do rock morria, precocemente, aos 32 anos vítima de uma terrível doença – os portugueses chamam-lhe Sida, os brasileiros Aids .

A extraordinária vida de Agenor de Miranda Araújo Neto, mais conhecido como Cazuza, foi a de um cometa da música. Poucos merecerão, como ele, o estatuto de pai do rock brasileiro .

De vocalista e letrista do grupo Barão vermelho a parceiro de Roberto Frejat, Cazuza fez tudo o que quis, quando quis, como quis. Letras imortais como “Bette Balanço”, “Todo o amor que houver nessa vida” ou “Pró dia nascer feliz”, fazem parte do seu riquíssimo reportório como criador.

Nem a doença pôde com ele.” Ideologia” e “O tempo não pára ” foram os seus dois últimos trabalhos. Na digressão final, dirigida por outro gigante da música brasileiro, deixou-nos hinos como “Codinome Beija-Flor”, ” Brasil ” e “Faz parte do meu show”, e a denúncia da hipocrisia em relação à doença e à homossexualidade.

Na sua lápide ficou escrito o título da música “O tempo não pára”.Não, definitivamente, o tempo não parou para um mito como Cazuza.

Rui Marques

http://www.facebook.com/sotaques – Os ídolos da cultura brasileira.

#sotaques #Brasil #Portugal #RuiMarques #Cazuza #25anosdamorte

#sotaquesbrasilportugal

Brasil e Portugal promovem parceria na área das Bibliotecas

bibliotecarealgabinete

Facilitar o acesso mútuo da Literatura portuguesa e brasileira nas Bibliotecas dos dois países, é o objectivo de uma parceria assinada entre os dois países. O secretário de Estado da cultura português, Jorge Barreto Xavier e o Ministro da cultura brasileira, assinaram esta semana um protocolo que prevê a existência de uma Biblioteca básica de autores portugueses nas Bibliotecas brasileiras, e de autores brasileiros nas Bibliotecas portuguesas.

Este intercâmbio cultural é vital para um melhor conhecimento das respectivas literaturas, aprofundando a ligação luso-brasileira.

Rui Marques

http://www.facebook.com/sotaques – Unimos o Brasil e Portugal !

#sotaques #Brasil #Portugal #RuiMarques #Bibliotecas

#sotaquesbrasilportugal

Paisagens de sonho : Foz do Iguaçu

Foz-do-Iguaçu

A Foz do Iguaçu, no Estado do Paraná, é considerada uma das sete maravilhas do mundo moderno. As famosas cataratas que unem, numa fronteira natural, o Brasil e a Argentina são um dos destinos turísticos mais visitados.

Neste local de extraordinária beleza, encontrasse também a Usina Hidroeléctrica de Itaipu, a segunda maior do mundo em dimensão, e a primeira a nível de geração de energia.

Paulo César, Brasil

http://www.facebook.com/sotaques – Paisagens de sonho do Brasil !

#sotaques #Brasil #Portugal #PauloCésar #FozdoIguaçu

#sotaquesbrasilportugal

D.Manuel, o monarca que governou o mundo e definiu um estilo

D. Manuel I -

Entre Pedro Álvares Cabral e Pero Vaz de Caminha, há um homem, um monarca que esteve por trás de toda a acção dos Descobrimentos. Foi D.Manuel I que executou a missão de concretizar a visão que, décadas antes, figuras como D.João II ou o Infante D.Henrique tinham iniciado.

D. Manuel I foi um rei improvável. Na linha sucessória, ocupava um modesto lugar e ninguém apostaria, à partida, que sucederia ao seu primo direito D.João II.
A morte prematura do filho deste, D.Afonso, a incapacidade de legitimar o bastardo, Jorge Lencastre, fizeram com que rei tomasse a resolução de acolher D.Manuel I como protegido e sucessor.O cognome, o Venturoso, com que ficou conhecido é feliz porque revela como a sorte e o acaso mudam os ventos da história.
Aclamado em 1495, D.Manuel esteve à altura do papel que lhe destinaram. Por um lado, foi o executor da concretização do sonho de hegemonia do mundo dos portugueses – o caminho marítimo para a Índia ou a Descoberta do Brasil, por outro inaugurou um novo estilo arquitectónico sumptuoso,o estilo manuelino, assente em motivos marítimos.
No reinado de D.Manuel, Portugal alcança o auge do seu poderio global.Sem a sua confiança, a sua planificação, seria impossível que navegantes como Bartolomeu Dias, Vasco da Gama, o seu irmão, Paulo da Gama, ou Pedro Álvares Cabral, tivessem alargado os limites territoriais da Nação a outros Continentes, ou que cronistas como Pero Vaz de Caminha escrevessem o relato desse encontros históricos com as populações indígenas.
D.Manuel I teve sorte mas também trouxe sorte e esplendor a Portugal !

Rui Marques

http://www.facebook.com/sotaques – Escrevemos história !
#sotaques #Brasil #Portugal #RuiMarques #DManuelI #DescobertadoBrasil
#sotaquesbrasilportugal

“O sal da terra” estreia hoje em Portugal

o-sal-da-terra

“O sal da terra”, documentário realizado por Wim Wenders sobre o projecto fotográfico “Génesis” do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, estreia hoje em Portugal. Será no cinema Midas, em Lisboa, que os espectadores portugueses poderão ver este filme do cineasta alemão, que acompanha o trabalho  de Salgado junto das tribos da Amazónia e da fauna e da flora mais rara da Terra.

Refira-se que, actualmente, a exposição “Génesis está patente na Cordoaria nacional, na capital portuguesa. São mais de 245 fotografias captadas entre 2004 e 2011, que captam alguns dos lugares mais recônditos do planeta.

Rui Marques

http://www.facebook.com/sotaques – Tiramos um retrato à cultura luso-brasileira !

#sotaques #Brasil #Portugal #RuiMarques #Saldaterra #Génesis #SebastiãoSalgado

#WimWenders #sotaquesbrasilportugal

Março é mês do coração de D.Pedro


coracao-a584

Março é um mês especial para os portuenses, os brasileiros e  todos os apaixonados pela história das relações luso-brasileiras. Celebram-se, em Março de 2015, os 180 anos do gesto magnânimo do rei D.Pedro, anunciado em testamento, de doar o coração à cidade que o amava profundamente.

Para assinalar a notável efeméride, estará patente, entre 11 e 31 de Março uma Exposição comemorativa “Pedro IV e o cerco do Porto”. Em quatro espaços distintos – Património Norte, museu da Serra do Pilar, Museu Militar, Museu Soares dos Reis e Igreja da Papa.

O cerco do Porto é um dos episódios históricos mais importantes na cidade do Porto. Ocorreu no decurso da guerra civil entre os miguelistas e os liberais. Durante mais de um ano, entre Julho de 1832 e Agosto de 1833, as forças afectas a D.Pedro, que tinham desembarcado no Mindelo, sofreram um intenso cerco, e tiveram de resistir aos avanços dos absolutistas.

A população do Porto padeceu doenças como o tifo e a cólera, além da ameaça de um inimigo que ocupava todo território da actual cidade de Gaia, excepto a Serra do Pilar. O triunfo final foi conseguido graças à perseverança dos portuenses, à resistência de D.Pedro, e ao esforço do Marechal Saldanha, que recrutou um exército que conseguiu quebrar o cerco.

Em homenagem a este mês tão especial, iremos publicar vários textos relacionados com D.Pedro e a cidade do Porto. Porque o maior dever dos homens é o da memória e da gratidão aos que lutaram pela sua liberdade.

Rui Marques

Calçada Portuguesa

underground01A calçada portuguesa ou mosaico português (ou ainda pedra portuguesa no Brasil) é o nome consagrado de um determinado tipo de revestimento de piso utilizado especialmente na pavimentação de passeios, de espaços públicos, e espaços privados, de uma forma geral. Este tipo de passeio é muito utilizado em países lusófonos.

A calçada portuguesa resulta do calcetamento com pedras de formato irregular, geralmente em calcário branco e negro, que podem ser usadas para formar padrões decorativos pelo contraste entre as pedras de distintas cores. As cores mais tradicionais são o preto e o branco, embora sejam populares também o castanho e o vermelho, azul cinza e amarelo. Em certas regiões brasileiras, porém, é possível encontrar pedras em azul e verde. Em Portugal, os trabalhadores especializados na colocação deste tipo de calçada são denominados mestres calceteiros.

O facto de a rocha mais comum para estabelecer o contraste seja de cor negra, faz com que se confunda a rocha mais utilizada, o calcário negro, com basalto. De facto, existe calcário de várias cores. O basalto apenas é utilizado nas ilhas, onde é abundante, sendo aí os desenhos executados em calcário branco. Quando é basalto, distingue-se pelo maior mate e pela sua maior irregularidade no corte, pois este é muito mais rijo. Simplesmente não é possível executar com o martelo, os detalhes técnicos dos motivos elaborados presentes na calçada lisboeta.

A calçada à portuguesa, tal como o nome indica, é originária de Portugal, tendo surgido tal como a conhecemos em meados do século XIX. Esta é amplamente utilizada no calcetamento das áreas pedonais, em parques, praças, pátios, etc. No Brasil, este foi um dos mais populares materiais utilizados pelo paisagismo do século XIX, devido à sua flexibilidade de montagem e de composição plástica. A sua aplicação pode ser apreciada em projetos como o do Largo de São Sebastião, construído em Manaus no ano de 1901 e que inspirou o famoso calçadão da Praia de Copacabana (uma obra de Roberto Burle Marx) ou nos espaços da antiga Avenida Central, ambos no Rio de Janeiro.

www.facebook.com/sotaques

Pelé embaixador global da Emirates.

pele_emirates

Pelé é o novo embaixador global da companhia aérea Emirates, patrocinadora oficial da FIFA. Num momento em que se aproxima o Mundial de Futebol, que terá lugar este Verão no Brasil, a Emirates decidiu estabelecer uma parceria com a lenda do desporto-rei.

«Pelé é um ícone global. É reconhecido, respeitado, e uma verdadeira inspiração para pessoas em todo mundo. Representa os maiores valores do futebol, não só porque foi um grande jogador, mas também porque utiliza a sua influência desportiva para unir e ajudar as pessoas. Pelé defende os mesmos valores que a Emirates e representa, por isso, a escolha ideal para embaixador global», disse o Sheik Majid Al Mualla, vice-presidente Senior da Divisão de Operações Comerciais da Emirates, durante a conferência de imprensa que teve lugar no Dubai.

www.facebook.com/sotaques

#sotaques
#pele
#fifa
#brasil

Tabu: o segredo melhor guardado do Cinema Português conquista o Brasil

tabu3

“Tabu” o filme português realizado por Miguel Gomes e protagonizado pelo ator brasileiro Ivo Muller, venceu o Prémio de melhor filme estrangeiro em 2013 no Brasil, atribuído pela Associação brasileira de críticos. Estreado em Junho, no Brasil, “Tabu” já vencera o prémio para melhor filme do ano concedido pela Liga dos Blogues cinematográficos brasileiros, e alcança agora a unanimidade no país irmão.
A película, rodada a preto e branco, retrata uma História de amor impossível entre um casal, passando-se entre a actualidade e o passado, na África Colonial. Já não é Tabu para ninguém: o Cinema português está bem e recomenda-se !!!
Parabéns da Revista Sotaques Brasil/Portugal a Miguel Gomes e a toda a equipa que trabalhou em “Tabu”. A Cultura Portuguesa e os seus criadores continuam a atravessar fronteiras e a levar o nosso talento para o Mundo !!!

www.sotaques.pt – Uma (Re)Vista panorâmica para o Mundo

R. Marques

#sotaques
#Brasil
#Portugal
#Ruimarques
#Cinema

1 de Novembro em Portugal

Dia-de-Finados-velasO Dia dos fieis é comemorado dia 1 de Novembro em Portugal 

Como é tradição o Dia de todos-os-Santos celebra-se em Portugal a 1 de Novembro e no Brasil comemora-se o Dia dos fieis a 2 de Novembro. É costume hoje a ida de milhares de portugueses aos cemitérios para velar pelos seus mortos, em vez do Dia 2, enquanto no Brasil essa tradição se cumpre nesta data.
A todos aqueles que honram os seus mortos numa data tão especial, em Portugal e no Brasil, enviamos uma calorosa saudação. A Morte não vence aqueles que honram a memória dos seus !!!!

R. Marques

Festa de aniversário de um ano do Sotaques Brasil/Portugal

No dia em que se comemorou a independência do Brasil, grandes nomes da Cultura luso-brasileira marcaram presença na Festa de um ano da Revista Online Sotaques.

Uma noite onde o fado de Amália de Amália e a poesia de Vinícius de Moraes encantaram os convidados presentes.

Agradecemos a presença de todos os nossos amigos,patrocinadores, parceiros.

Estejam atentos o Sotaques vai continuar a dar à Língua.

www.sotaques.pt