Literaturar, verbo transitivo direto

book_by_alphaone666_dts910-fullview

 

“Ser ou não ser?”, frase que faz muitos se perguntarem e refletirem sobre a própria existência. De certa forma, todos existimos, mas será que todos nós realmente “somos”? O que é existência? Primeiramente, o principal ponto deste texto é falar sobre o papel da Literatura na sociedade, por isso que é interessante deixar claro antes de começarmos. Segundamente, todos que existem, “literaturam”? a partir deste ponto, quero deixar mais claro ainda a importância da Literatura para aqueles que não literaturam.

Literaturar, verbo criado por mim, transitivo direto, pode ser entendido como um processo de escrita com base em algum gênero literário. Poema, prosa, o que for, basta apenas um toque de lírica e uma pitada de imaginação, só isso, e você começa a se portar como um ser pensante, crítico, produtor. Literaturar é muito maior do que simplesmente escrever. É integrar-se no meio social, por isso a questão levantada anteriormente se todos somos parte de uma existência ou se só parte de um mecanismo já implantado há muitos anos, que é reto, objetivo, prático. Quem escreve tem voz. Quem não escreve, pode ser ouvido e falar por outros que literaturam.

Guimarães Rosa deu voz a muitos que não a tinham. Falava de um jeito cortês, simples, colocado em uma folha do jeito “bão”, sertanejo, do mulato, assim como anteriormente reconhecido em Jeca Tatu, ou internalizado por Macabéa, com Clarice, se formos exemplificar por marginalizados. Guimarães mostrou a todos que a sociedade existe, o interior, o caipira. Todos são importantes, mas nem todos sabem ou entendem desta importância. Isso é ruim. Pensar e poder argumentar sobre o que está pensando te coloca em lugares onde sua voz é alta, clara e ouvida. Isso não quer dizer que, num país tão grande como este, que todos e em todas as classes sociais têm ou devem seguir esse preceito de que escrever é a única forma de ser alguém. Na verdade, não é, mas claro que tem maior poder quem consegue ir atrás desse poder.

Muitos escritores utilizam a palavra por um bem comum. É complicado escrever e ler. Exige prática. Olavo Bilac mesmo já disse que Beniditino, longe, no aconchego do claustro, escrevia, suava, sofria. Muitas vezes até a música mostra esse lado difícil e sofrido de alcançar e ter voz por meio da letra. Elas podem mostrar muitas coisas e representar muita gente, nem todo mundo escreve textos, mas escrevem música também. Na música “Não troco”, de Hungria, a letra fala sobre o processo de crescimento pessoal, além de que o autor “não troca” os bens conseguidos posteriormente ao sucesso pelas raízes que o levaram ser grande. Tudo está ligado ao fato de ter uma voz e ter alguém que saiba usá-la. No poema, prosa, música, seja lá qual for o meio, a literatura está aí representada, pronta para ser literalizada.

E de volta à primeira frase deste texto, “Ser ou não ser?” Shakespeare foi e ainda é um dos maiores artistas que esse mundo já viu. Suas obras, como Romeu e Julieta, renderam muitas críticas e muito sobre o que falar. É inegável o sucesso no mundo todo. Os textos de Shakespeare fizeram com que muitas pessoas se inspirassem e se motivassem de todas as formas, principalmente em processos de escrita. Com isso, milhões ao redor do mundo começaram a criar suas próprias identidades por meio das palavras e, consequentemente, a responsabilidade como um ser existente, com voz, com garra, pensamento e base argumentativa. Um ser pensante, que busca, que descobre, que imagina e que faz outro imaginar, que faz sangrar sem ver o sangue e faz doer sem ferir. Isso é literaturar, ser alguém, saber ouvir e falar quando realmente souber se expressar, existir.

 

Texto: Alex G. Silva

 

#sotaques #sotaquesbrasilportugal #revistasotaques #arlequim13 #brasilportugal🇧🇷🇵🇹 #litteris

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s