Panapanás

Sblourg1

Panapanás voando entre gravatás

Enchem o céu de cor

Imagos bebendo o doce néctar

No cálice das flores

Aproveitando a efemeridade

Da sua curta vida.

Desfilam a beleza

Da roupa recém-adquirida.

Beleza nas escamas das asas

E nas folhas que formam

A coroa do rei das Bromélias.

 

E enquanto vejo a revoada

Desejo apenas que uma dessas

Borboletas pouse em meu dedo

Me traga um pouco de sorte

Um acorde de amor para minha canção.

 

Texto: Diego Demetrius Fontenele

 

#Revista #Online #Revistaonline #arlequim13 #Homemportuguês #brasil #portugal #brasilportugal🇧🇷🇵🇹 #litteris #livros #bookstagram

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s