Novela medieval ‘Deus Salve o Rei’ chega à Globo no dia 7 de maio

Trama conta com a participação dos atores portugueses Ricardo Pereira e José Fidalgo e das atrizes brasileiras Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine.

Deus Salve o Rei

Lisboa, 20 de abril de 2018 – Uma novela medieval pontuada por elementos dramáticos e cómicos. Uma história de amor que nasce no meio de uma disputa entre dois reinos. Uma ambição desmedida capaz de colocar em causa a paz dominante. Estes são alguns dos ingredientes de ‘Deus Salve o Rei’, a nova novela da Globo que chega ao canal, agora disponível em todos os operadores, já no próximo dia 7 de maio, às 20h10. Ainda em exibição no Brasil, a trama conta com a participação dos atores portugueses Ricardo Pereira e José Fidalgo e das atrizes brasileiras Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine.

 “Estou muito feliz com esta conquista. Como ator, procuro internacionalizar-me e o Brasil já era um destino há muito querido. O fato de assistirmos as novelas brasileiras há mais de trinta anos fomentou esse interesse”, revela José Fidalgo, que na trama assinada por Daniel Adjafre e com direção artística de Fabrício Mamberti dá vida à personagem Constantino. O ator português explica como foi a sua preparação para este papel. “Para além das diretrizes que me foram dadas, há muitas referências históricas e fictícias desta época e depois coloquei minha imaginação a funcionar (risos). Fizemos também oficinas e aulas específicas para cada personagem”, acrescenta.

Também o ator português Ricardo Pereira, que veste a pele de Virgílio nesta trama medieval, assume que a preparação para a sua personagem foi minuciosa. “Foi tudo pensado ao milímetro. Já fiz várias novelas de época e é muito bacana viver esses personagens com uma composição mais elaborada, mais profunda, com um trabalho de pré-produção e de preparação mais intenso. A gente ficou dois meses trabalhando para construir esse personagem, fez um workshop muito intenso, passando por várias disciplinas e várias matérias, para caracterizá-los”, descreve.

 A história de ‘Deus Salve o Rei’ lança algumas questões para o público. Até que ponto uma escolha pode interferir no nosso destino? Ou será que o que está traçado para cada um supera qualquer tentativa de controlar o rumo dos acontecimentos? Este é o fio condutor da trama, que desenrola-se na época medieval na região de Cália, onde os reinos de Montemor e Artena vivem em paz graças a um acordo firmado. Mas algumas escolhas dos seus monarcas acabam por interferir diretamente no curso da história.

 Deus Salve o Rei

Afonso (Romulo Estrela), príncipe herdeiro de Montemor, é um homem honrado, justo e que, desde criança, foi preparado para, um dia, assumir o trono. Exatamente o oposto do seu irmão mais novo, o irresponsável e inconsequente Rodolfo (Johnny Massaro), que só pensa em aproveitar as mordomias da sua vida de príncipe. Ambos são netos da Rainha Crisélia (Rosamaria Murtinho), que está doente e percebe a urgência de nomear um sucessor para o seu reino, que naturalmente seria Afonso, o mais velho.

 O reino vizinho de Artena é governado pelo rei Augusto (Marco Nanini), um homem sábio e benevolente, que tem na sua filha, a princesa Catarina (Bruna Marquezine), a sua sucessora. Mas ela, ao contrário do pai, tem planos ambiciosos para o seu reino, e não medirá esforços para conquistar os seus objetivos. Com esperança de que um dia as atitudes da filha mudem, Augusto procura um pretendente que consiga frear as rédeas da sua ambição. E encontra no Marquês de Córdona, Istvan (Vinicius Calderoni), o homem ideal. Contra a vontade da filha, ele programa o seu noivado.

Montemor é um reino próspero, rico em minério de ferro, mas onde falta algo essencial para a sua subsistência: água. Artena, por outro lado, tem este recurso em abundância. Um acordo vigente há muitos anos entre os dois reinos garante que o minério produzido em Montemor seja fornecido a Artena em troca da sua água. “A linha dramática da novela parte da relação entre dois reinos, que dependem um do outro. Em um determinado momento eles entram em conflito. Partimos do drama para chegar ao humor. Teremos uma mistura de drama, aventura e comédia”, define o diretor artístico Fabrício Mamberti.

 A morte de Crisélia abala perigosamente a paz até então mantida entre os dois reinos. Afonso logo deverá tornar-se rei, mas o amor pela plebeia Amália (Marina Ruy Barbosa), de Artena, fá-lo abdicar do trono, entregando o posto ao seu irresponsável irmão, o que torna ainda mais delicadas as relações com o reino vizinho. E, neste momento, Catarina tem uma grande oportunidade de colocar em prática os seus planos expansionistas. “Temos um príncipe que está abdicando ao trono, que era o destino que estava determinado para ele. Ele faz uma escolha difícil, o que tem inúmeras consequências na vida dele e de seu reino. Muitas surpresas e reviravoltas estão previstas a partir disso ao longo da trama”, adianta o autor Daniel Adjafre.

 A estreia de ‘Deus Salve o Rei’ na Globo, que acontece já no próximo dia 7 de maio, às 20h, coincide com a entrada do canal no Meo, estando assim disponível em todos os operadores portugueses e com um alcance de 100% no que respeita à televisão paga, o que se traduz em 3,7 milhões de lares. A chegada desta novela inédita acontece também no âmbito do rebranding da marca em Portugal, que tem no mercado dois canais. Globo e Globo Now passaram a ter uma nova assinatura: para o primeiro, “Globo: Viva toda a emoção”, um convite para o público a apaixonar-se através da dramaturgia; e, para o segundo, “Globo Now: Viva todo o momento”, que traz um olhar brasileiro sobre a actualidade do Brasil e do Mundo e para o espectador que quer estar mais perto e saber em primeira mão o que acontece no Brasil.

Além da programação mais segmentada, de acordo com o perfil de cada um dos canais, acresce ainda uma identidade visual mais dinâmica e moderna. Para a Globo foi escolhida uma paleta de cores vibrante e com muito brilho, que varia entre os tons amarelo, laranja, verde e roxo, e que apelam à emoção, à expressão, à intensidade e à alegria. Já o Globo Now privilegia cores mais neutras e sólidas, como azul, vermelho, preto e branco, que tanto reflectem a credibilidade do Jornalismo da Globo, como a paixão de assistir a um jogo de futebol em direto.

 

www.instagram.com/sotaques
#Sotaques #viveapascoa #Brasil #Portugal #revistasotaques #Arlequim13

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s