Lua em Sagitário: o engajamento político jovem

cienma-1

Redistribuir de forma justa a terra sempre foi uma questão delicada, principalmente num país onde as desigualdades no campo estão entre as maiores do mundo.

Com o momento político em que o Brasil vive, a reforma agrária é um sonho. Uma utopia que mantémse vívida nos movimentos sociais organizados no campo e que se materializa nos assentamentos com modelos produtivos mais atuais, exemplos vitoriosos da agroecologia e na construção de uma nova geração rural. – “Eu fiz o filme para falar da questão agrária para os jovens, que é cruelmente exposta pela mídia de massa. Para que os jovens tenham liberdade de pensar sobre si mesmo, construir seu próprio pensamento, sem a obrigatoriedade de repetir os pensamentos dos pais” – cita Márcia. Entranhada no cenário documentário, Marcia Paraíso, exibe na cidade de Joinville em sessões abertas a comunidade e imprensa seu primeiro longa de ficção, Lua em Sagitário, que estreia 8 de setembro em Florianópolis e 15 de setembro em São Paulo e Rio de Janeiro.

Num Brasil que está além de São Paulo e Rio, a diretora através de documentários conheceu uma face do país, encontrando jovens que não se sentem representados pelo cinema e dramaturgia em geral, como também, nas cidades, o recorrente preconceito em relação aos moradores de zonas rurais. Com trama realista e singular, Lua em Sagitário irradia jovialidade. A diretora Márcia Paraíso apresenta os conflitos que surgem na adolescência, porém com um olhar crítico para questões atuais como a disputa pela terra, a liberdade e o preconceito, fugindo do enredo clichê jovem que costuma seguir apenas uma questão, a amorosa.

cienma-2
Esse foi o último trabalho no cinema de Elke, que morreu no dia 16 de Agosto2016.

 

Psicodália, um destino

Lua em Sagitário gira em torno da personagem de Manuela Campagna, Ana, filha de pais conservadores, ela é uma jovem de 17 anos com uma vontade de se divertir à beça, ou pelo menos ir até o Festival de Rock Psicodália. Vivendo numa cidade de 5 mil habitantes, ama rock e tem dificuldades com sinal de celular e internet, sentindo-se entediada em morar num lugar onde todos se conhecem. Ao se apaixonar por Murilo (Fagundes Emanoel), um garoto que mora em um assentamento do MST e com ideias e valores para um mundo igualitário, Ana dá início a uma sequência de aventuras, na qual, pela experiência de conviver com ele, de frequentar o assentamento, de conhecer seus amigos, perceber que ele almeja os meus sonhos que ela. A obra conta com participação especial do roqueiro Serguei e de Elke Maravilha, que morreu nesse mês de agosto, além de ter abocanhado prêmios do Avanca Film Festival 2016, em Portugal, na categoria Melhor Atriz, com premiação para Manuela Campagna e Menção Honrosa do Júri no mesmo festival.

|Pablo Santos  – Mundo de Cinema

www.facebook.com/sotaques #Sotaques #Brasil #Portugal#Sotaquesbrasilportugal #Portugueses #Brasileiros #Porto #Lusobrasileira#arlequim13 #NovaFase #Setembro  #Cinema #PabloSantos #Mundodocinema

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s