Microconto: Vintage Existenz

Jon Bagt

Tadeu Izubiarco não tinha telemóvel. Não tinha computador. Não tinha internet. Num dia de inverno, recebeu um cartão de um velho amigo, emigrado para a  casa ao lado, na rua de sempre. O cartão trazia escrito no verso, um número de telemóvel, 991517634, um endereço electrónico e uma morada de uma loja de informática. Tadeu respondeu ao amigo: “… Nove pessoas passam à tua entrada todos os dias: O padeiro, o leiteiro, o ardina, o cobrador de impostos, o jardineiro, o motorista do trinta e sete, o filho da vizinha, a vizinha e o homem que carrega o lixo. Há nove meses que não te vejo. Há um ano que deixaste o emprego. Há cinco anos que casaste com o filho do teu pastor. Há um ano que não sais para levar o amor à vizinha do sétimo esquerdo. Há sete anos que não jogas na lotaria. Há seis meses que não entras num templo. Há três anos que não reparas que a Humanidade enlouqueceu. Há quatro dias que não vejo a luz acesa na tua casa. Desconfio que adoeceste e ninguém te avisou…”. Selou a carta, escreveu a morada e entregou ao carteiro. Por um dia, só por mais um dia, alguém levaria notícias de outro mundo ao amigo de Tadeu Izubiarco….

Jon  Bagt

Site do autor: http://jonbagt.weebly.com/

www.facebook.com/sotaques – A revista da nossa cultura !

‪#‎sotaques‬ ‪#‎Brasil‬ ‪#‎Portugal‬ ‪#‎JoãoCastro‬ ‪#‎sotaquesbrasilportugal‬ #JonBagt

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s