Margarida António ou a arte como filosofia de vida

???????????????????????????????

Margarida António não distingue a arte da sua filosofia de vida. Quando cria exprime os seus valores éticos e morais como adepta do planetarismo, a crença numa visão global e plena da acção humana, que se prolonga na tela de pintura.

P – Como definiria o seu estilo ?
MA – O meu estilo enquanto Artista Plástica é um misto de surrealismo / simbolismo/ misticismo/expressionismo, onde ganhei um estilo muito único que se identifica com a pessoa que sou.

P – Quais são as obras que criou com as quais mais se identifica ?
MA – As minhas obras com as quais mais me identifico são as Séries dedicadas ao Douro : Reflexos in Douro ; Douro in Life; Dance in Douro . Estas séries apelavam ao Douro, enquanto processo regenerativo do espírito humano.
A Série ..Ego ..construída no espaço expositivo no Palácio das Artes do Porto com interacção do público num período de três meses ,numa atitude completamente inovadora a nível mundial ,onde o ponto de partida se fundamentou nas garatujas de …Pietá … por mim criadas…tendo sido visitada por diferentes grupos da Europa ,Ásia e América . A série …Sublimação ….exposta no Palacete Pinto Balsemão da Câmara do Porto ,estudada por vários grupos de estudantes do programa Erasmus .A série ….Margaridas versus Amoris exposta na galeria de Arte da Bienal de vila Nova de Cerveira. A série…Labirintos ….no Clube Literário do Porto ….onde acorreu muito público estrangeiro que comentou com testemunho da comunicação social : O Porto é muito bonito ..mas o mais bonito do Porto é esta exposição de Margarida António !

P- Quais são os temas que aborda na sua actividade artística ?
MA –Os Temas que abordo na minha obra têm a haver com a minha consciência social e a vontade de criar um mundo melhor :mais voltados para os valores morais,éticos e humanos do indivíduo , daí a corrente da qual sou mentora.
O Planetarismo enquanto tomada de consciência da necessidade de um mundo melhor. No jornal as “Artes entre as Letras” em Dezembro , onde fui capa em 2013 ,descrevo com detalhe os motivos e temas da minha Arte.

P – Como vê o estado actual da arte em Portugal ?
MA – O actual estado da Arte em Portugal é o reflexo das políticas económicas e culturais dos governos que têm vindo a decapitar o País ! Apesar de tudo hoje assiste- se já a outras formas mais dignas e lícitas de consagrar o Artista ,pois a corrupção de toda a ordem permitia que se estabeleceçam muitas horizontais…e se perdam valores ,dignidade e autenticidade na verdadeira Obra de Arte.
Hoje já se assiste, a portas abertas aos jovens artistas, com transparência ,sem elitismos ou grupos de politiquices ! …essa é uma pretensão do Planetarismo ou seja : transparência ,igualdade de oportunidades e autenticidade do verdadeiro Artista .

P-É natural do Minho. De que forma as suas origens influenciaram a sua arte ?
MA – Sou natural do Minho, mas filha de pais nascidos no Douro . Cresci e formei-me cresci enquanto pessoa, nas suas paisagens ,pelo que muito me influenciou ! Todavia,o Minho paira em mim na medida em que vivo há algum tempo por lá…os seus verdes reflectem se na minha obra ! Sou por isso um misto ….Douro/Minho !…. Sendo estes a grande beleza de Portugal !

P – Que importância tem esta ligação à Atlas Violeta na divulgação da sua obra ?
MA – A Atlas Violeta tem uma importância relativa às capacidades de divulgação da própria Associação ….esperando um intercâmbio de oportunidades, ao levar a minha Arte e a dos outros Artistas que fazem parte da Associação ao conhecimento dos verdadeiros amantes da Arte .

P – Quais são as suas principais referências artísticas ?
MA –As minhas referências artísticas são fundamentadas no pensamento de Kandinsky, nas bailarinas de Edgar Degas, no espírito de Leonard DaVinci e, naturalmente, nos mestres da Arte Contemporânea .

P – Que relevância teve o facto de ter a sua obra na exposição do Caroussel du Louvre de Paris ?
MA – Nunca crio expectativas em relação a nada ! As coisas acontecem porque têm de acontecer…e fico a aguardar que tudo ou nada possa acontecer ! …Deus saberá ! Apenas parto do princípio de que estou inserida no projecto da Atlas Violeta que acredito autêntico ,empenhado e empreendedor !

 

Texto: João Castro

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s