A picada vital dos The  Black Mamba

AJC_TBM_0035

É um veneno vital  de música que  já conquistou  tanto portugueses como brasileiros . O trio Black Mamba formado pelos portugueses Pedro Tatanka e Miguel Casais e pelo brasileiro  Ciro Cruz, tem novo álbum chamado ” Dirty Little  Brother”,  e promete regressar ao Brasil, depois do memorável concerto que deu no Rock in Rio 2013,  no Rio de Janeiro, e que deixou uma legião de fãs no país irmão.

 

Revista Sotaques  – Que diferenças existem entre este segundo álbum “Dirty Little Brother” e o vosso primeiro álbum ? 

Black Mamba – O  álbum “Dirty Little brother” está cheio de surpresas e participações especiais e o seu processo de gravação foi feito com mais calma que o primeiro.

 Revista Sotaques – Como definiriam o vosso estilo musical ? 

Black Mamba – O nosso estilo musical é uma fusão de estilos. Cada um de nós na banda tem  a sua influência musical e quando nos juntamos para tocar, compor, ensaiar, os estilos também se juntam, e foi assim formado o som dos The Black Mamba. Uma mistura de Soul, Blues, Funk, Swing carioca e mais…

 Revista Sotaques – A Aurea participa também neste segundo álbum. É importante a continuidade desta parceria ?

 Black Mamba – A parceria com a Aurea foi uma continuação da nossa apresentação com ela no Rock in Rio Brasil . Foi um processo natural que surgiu  em conversas entre amigos, e que acabaram por se concretizar no estúdio.

 Revista Sotaques – Já actuaram no Palco Sunset no Rock in Rio Lisboa, no Rio de Janeiro. Como correu essa experiência ?

Black Mamba – Tocar no palco Sunset no RJ foi uma experiência maravilhosa. O público brasileiro aceitou muito bem o nosso som,  e é para a banda uma honra fazer parte de um festival da grandeza do Rock in Rio.

 Revista Sotaques – Quais são as vossas ligações à música brasileira ?

Black Mamba – O baixista da banda o Ciro Cruz é brasileiro e já tocou com muitos artistas brasileiros como Zeca baleiro, Fagner, Ed Motta ,Ivo Meireles, Gabriel o Pensador etc.. Para além de termos  um membro da banda, o  que é uma influência directa e imediata ,  conhecemos bem o som do Djavan: já tocámos um tema dele “Esquinas” , e admiramos  outros músicos brasileiros como o   Zé Ricardo , Gilberto  Gil e muitos outros .

 Revista Sotaques – Quando planeiam voltar ao Brasil para apresentar este novo trabalho ?

 Black Mamba – Voltar ao Brasil ? Queremos voltar sempre que houver um convite. Seria muito bom fazer uma tour pelo Brasil. Um sonho!

 Arlequim Bernardini

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s