Jacques Morelenbaum: um alquimista de sons

Foi uma noite   mágica na Casa da Música no Porto. Jacques Morelenbaum, nome mítico que cruza as influências do Jazz, o Samba e a Bossa Nova e que pertence à estirpe dos génios da música popular brasileira, maravilhou a plateia com a recriação instrumental de alguns dos clássicos intemporais .

Não há segredos para o Violoncelo de Jacques Morelenbaum. Há uma relação de paixão entre o artista e o instrumento, que funcionam com uma sincronia só possível após anos e anos de convivência e de amor.

Excelentemente acompanhado por Lula Galvão na Guitarra e Marcelo Costa na bateria, Jacques Morelenbaum levou o público a mergulhar numa experiência de religiosa devoção à música.

O Jacques Morelenbaum Cello Samba Trio viajou até às raízes da MPB: revisitámos António Carlos Jobim, Doryval  Caymmi, Noel Rosa ou Art Barroso, mas também dialogámos com a nova geração como Adriana Calcanhoto e Carlinhos Brown, cujos temas foram recriados magistralmente.

Ontem à noite o Samba entrou pelos corações adentro como um mar transbordante que alimenta a nossa alma.

R. Marques

http://www.facebook.com/so10157247_251486878370040_1621474341_ntaques – A arte da música
#Sotaques #Música #Sotaquelbrasilportugal #EdMota #BlackMamba #JacquesMorelenbaum #casadamusica #porto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s