Nadir Afonso

nadirafonso
Morreu Nadir Afonso, o poeta da Geometria das imagens

 
Era um poeta. Não um poeta de palavras, mas de imagens: Nadir Afonso foi, juntamente com Fernando Lanhas ou Joaquim Rodrigo, um dos pais da abstracção geométrica.
Nascido a 4 de Dezembro de 1920, em Chaves, veio estudar Arquitectura para a mítica Escola de Belas Artes do Porto e, posteriormente, para a Escola de Belas-Artes de Paris. Na capital francesa, trabalha com Le Corbusier e em São Paulo com outro mito da Arquitectura, Óscar Niemeyer.
Entre 1952 e 1954, Nadir Afonso vive no Brasil e é neste país que decide deixar a Arquitectura e dedicar-se à Pintura. A Geometria das formas torna-se numa paixão: como ele diz numa entrevista ”
“para compreender o mecanismo da criação é preciso ser muito inteligente, está muito bem…. Mas se o indivíduo não manipula as formas, se não dá prática efectiva ao pensamento, ele não consegue compreendê-la. A obra de arte é regida por leis que são apenas apreendidas pela intuição sensível e, isto é muito importante, só quem trabalha as formas, quem desenvolve a sua intuição perceptiva, compreende o mecanismo da criação. A intuição desenvolve-se com o trabalho”.
Este Poeta das imagens morreu esta quarta-feira em Cascais. Vivamos na sua Arte, nos seus quadros, na sua filosofia tão particular de amante da Geometria visual.

www. sotaques.pt – Uma obra de Arte na era digital

R. Marques

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s