Almeida Garrett: um talento insaciável

Almeida_Garrett_por_Guglielmi

Dificilmente encontramos na História de Portugal, um talento tão rico e diversificado como o de Almeida Garrett. Foi tudo o que quis ser e em tudo foi excepcional.
Combatente liberal, poeta e prosador inovador – o seu Livro de poemas ” Folhas Caídas” rompeu com os esquemas estéticos assim como o livro ” Viagens na minha Terra” antecipou o futuro da Literatura psicologista do século XX, cem anos antes – tribuno excelso, talentoso jornalista, pai do Moderno Teatro português quer como criador ” Frei Luís de Sousa”, quer como fundador do Teatro Nacional D. Maria II e do Conservatório de Arte Dramática, o talento de Garrett chegou a todo o lado e a todas as áreas.
Morreu a 9 de Dezembro de 1854, vítima de um cancro de origem hepática, e foi sepultado no Cemitério dos Prazeres. Em 1926, foi trasladado para o Panteão Nacional, morada dos maiores vultos da Cultura Portuguesa.

www.sotaques.pt – Revista de Cultura e Artes

R. Marques

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s