O ritmo baiano de Chico Moreno

chico-morenoEntrevista com Sotaques ao ritmo baiano de Chico Moreno

O Sotaques esteve à conversa com o cantor baiano Chico Moreno. Um cantor que conquistou Portugal e o Brasil e que faz a Ponte Cultural entre os dois povos, com a sua música alegre e contagiante.
Leia a entrevista aqui com um artista que tem a música no sangue e que começou a cantar aos 16 anos.

P – Começou a cantar muito jovem – aos 16 anos . Como foram os primeiros anos da sua carreira ?

R – Sim, muito jovem. Na verdade, na Bahia tem um ditado que diz “baiano não nasce, estreia, o dom vem no sangue”. No início era um desejo de estar no meio da festa, desejo dos palcos, logo se transformou em algo mais sério e profissional.chico-moreno2

P – O Chico Moreno teve vários êxitos em Portugal. Quais as razões para uma ligação tão forte com o nosso país ?

R – Portugal é a história do Brasil. Todo o brasileiro tem vontade de conhecer mais não só a música, mas também o país, cultura etc. Eu tive a oportunidade de vir em 1999 trabalhar com música, numa experiência de 6 meses, que se transformaram em 14 anos. No início era complicado pelo clima, saí da Bahia com 30º e aqui era inverno com menos de 10º. O povo Português aderiu ao nosso estilo rapidamente, nos deram um carinho enorme que virou paixão por Portugal.

P – Da sua Biografia consta que atuou ao lado de grandes nomes da música. Com quem teve mais prazer em tocar em conjunto ?

R – Na verdade, para nós artistas é sempre uma emoção muito grande dividir o mesmo palco com artistas conceituados e fazer um duo. A primeira vez que tive uma participação num álbum foi logo de um cantor e de uma banda conhecida no mundo por ser a maior banda de samba-reggae do mundo, o Olodum com voz do grande Mestre Tonho Materia, seguido de Flaviana Fernandes, Margareth Meneses, Ricardo Chaves, etc. Em Portugal foram vários artistas Brasileiros e Portugueses, como por exemplo o Toy, e o cantor Leonardo.

P – A Bahia é um dos destaques este mês no Sotaques. O que é que a Bahia e os baianos tem de especial que os tornam num povo único ?

R – A energia positiva dos baianos, a alegria. Nós somos acolhedores, tudo é motivo de festa. Como um bom baiano: Axé.

P – Se pudesse definir o Carnaval da Bahia o que diria ?

R – O melhor do mundo. Festa e alegria sem fim.

P – O Sotaque baiano é muito musical. Concorda ?

R – Sim, nós baianos falamos cantando.

P – Quem são as suas grandes referências musicais ?

R – Eu me espelho pelos grandes nomes da música popular brasileira, em vários ritos. Ex. Djavan, Roberto Carlos, Caetano Veloso, etc. Embora cante um pouco de cada estilo.

P – Como é que vai ser a sua agenda em 2013 ?

R – 2013 está chegando, espero que venha com muita força. Acreditamos sempre em bons resultados, estamos trabalhando para que seja melhor a cada ano. Para iniciar o ano estarei na minha terra natal e retornarei com muita força e energia a Portugal, com novo álbum e novas surpresas.

P – Prevê voltar a actuar em Portugal no próximo ano ?

R – Sim, como disse anteriormente retornarei com muita força e energia para que possa dar mais alegrias ao povo português e a todos os imigrantes. Gostava ainda de agradecer à revista Sotaques e a todos os meus fãs e aproveito para desejar as Boas Festas!

www.sotaques.pt – A Música com Sotaques toca aqui

Paulo César

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s